VESTIDO CERTO PARA CADA TIPO DE CORPO

By 17:00:00 , , , , , , , , ,

Não importa o que aprendemos sobre moda, nem sempre as dicas de estilo servem para todo mundo. O divertido e encantador nesse universo está exatamente na diversidade, na qual tudo é permitido, desde que nos faça sentir e parecer bem. O primeiro passo para encontrar a roupa certa é descobrir qual o nosso tipo de corpo, para que, então, possamos ressaltar as melhores características.

Quando se fala em tipos de corpo, não significa altura e peso, e sim a forma, que é geralmente traduzida em cinco categorias gerais: pera, triângulo invertido, retângulo, oval e ampulheta. Uma vez que descobrimos o nosso grupo, podemos escolher quais modelos de vestido devemos investir e quais evitar.

Pera:
A parte inferior é maior que a parte superior do corpo. Em outras palavras, os quadris são arredondados e mais largos que os ombros. A cintura é bem definida.

O vestido ideal:
Aquele que enfatiza cintura e braços, que possui volume nos ombros ou destaca a parte superior do corpo.
Modelos ideais: império, frente única, tomara que caia e chemisier.

Invista: 
· Cores claras;
· Estampas e detalhes na parte superior do corpo para criar volume;
· Ombreiras discretas, para alinhar a cintura e os ombros;
· Decotes amplos, que aumentam os ombros.

                                                  Vestidos para o corpo pera




Triângulo invertido
Esse formato de corpo apresenta a parte superior maior que a inferior, com costas largas ou seios e ombros maiores que cintura e quadris.

O vestido ideal:
Aquele que acentua quadris e pernas, enquanto minimiza a parte superior do corpo.
Modelos ideais: tubinho, trapézio e chemisier.

Invista:
· Modelos volumosos na parte de baixo, tipo evasê;
· Tons escuros na parte de cima do corpo;
· Detalhes na parte de baixo: babados, drapeados, peplum, etc.

Vestidos para o corpo triângulo invertido



Retângulo
Nesse caso, a cintura, quadril e ombros possuem larguras semelhantes.

O vestido ideal:
Aquele que adiciona curvas ao corpo e destaca braços e pernas.
Modelos ideais: tubinho, trapézio e chemisier.

Invista:
· Detalhes na região do busto para criar volume;
· Modelos transpassados, que criam a sensação de curvas;
· Modelos acinturados,
· Listras horizontais.

Vestidos para o corpo retângulo


Oval
Todas as linhas são curvas e o pescoço é largo. A cintura, em alguns casos, pode ser maior ou estar na mesma linha dos ombros e quadris.

O vestido ideal:
Aquele que alonga o tronco e exibe as pernas.
Modelos ideais: tubinho, trapézio e chemisier.

Invista:
· Vestidos com decote em U ou V;
· Peças estruturadas;
· Modelos em linha reta e decote império.

Vestidos para o corpo oval

Ampulheta
Ombros e quadris são semelhantes em proporção e divididos por uma cintura fina.

O vestido ideal:
Aquele que valoriza as curvas e mantém o equilíbrio.
Modelos ideais: alcinha, frente única, trapézio e chemisier.

Invista:
· Peças ajustadas, que valorizam as formas;
· Comprimentos acima dos joelhos;
· Decotes em geral;
· Tecidos fluidos;
· Cintura marcada.

Vestidos para o corpo ampulheta

Fotos ilustrativas: grife Kalandra. Créditos: Breno Mayer

Kalandra - Com as linhas Evening Dress (vestidos de festa glamourosos), Cocktail Dress (para festas com dress code menos rígido) e linha luxo (vestidos minuciosamente bordados com detalhes elaborados), a Kalandra atende do manequim 40 ao 54, trabalhando com muita renda e tons democráticos e elegantes, como o nude.

Aqui tem uma série de postagens com dicas e vestidos de festa para quem quer disfarçar (ou ressaltar) alguma parte do corpo ;-)



Fique mais um pouco! Veja também:

0 comentários

Obrigada pela participação!

Gostou? Então compartilha!